Escrivinhando... - Graciliano Tolentino
A FELICIDADE só é PLENA quando é COMPARTILHADA!!!
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Textos
FELIZ 13 DE MAIO!

-Crônica do dia 13-05-2020-

Há exatos 132 anos a Princesa Regente, Sua Alteza Imperial e Real Dona Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bourbon-Duas Sicílias e Bragança, em nome de Sua Majestade Dom Pedro II, punha fim, oficialmente, à escravidão no Brasil, decisão esta que mudaria a realidade do país por completo, inclusive sua forma de governo.

Em virtude desta decisão, um ano após, o Brasil sofreria seu primeiro GOLPE MILITAR. Sim! A PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA FOI UM GOLPE MILITAR realizado pela minoria escravagista que não se conformava (nem nunca se conformou) de terem de lidar com o fato de que seriam iguais aos negros que outrora chicoteavam e torturavam até a morte e eram suas propriedades.

Abolição esta que ainda não se consolidou, e a luta dos “NOVOS ABOLICIONISTAS”, se configura no palco das discussões sobre IGUALDADE RACIAL e a MATERIALIZAÇÃO DOS DIREITOS TRABALHISTAS PREVIDENCIÁRIOS E SOCIAIS DE UMA FORMA GERAL.

Ainda há muito o que se lutar para que o trabalhador brasileiro conquiste sua real liberdade e deixe definitivamente o estigma de subserviente e de propriedade dos senhores feudais que ainda governam o Brasil com força superior à que jamais teve na história.

O mais difícil de se falar de escravidão, hoje, é que ela é velada. O que precisamos fazer a cada dia que passa é trabalhar para abrir os olhos da massa que hoje aí está sem sequer compreender que a única diferença entre sua atual condição e a de um escravo é que OS ESCRAVOS DE HOJE EM DIA PAGAM POR SUAS PRÓPRIAS SENZALAS.

Os castigos físicos aplicados nos porões das cadeias e nas “salinhas” dos comércios, o não acesso à educação, a cuidados médicos elementares, água potável, segurança pública dentre outros existem e essa sua presença em “nossa realidade” ainda é muito latente a ponto de ser naturalizada.

Hoje merecemos comemorar esta data com a sobriedade em mente de reafirmar nosso compromisso para com a luta abolicionista e prosseguir perseverando até o dia que nossos direitos como cidadãos sejam materializados e possamos corrigir esse COLOSSAL ERRO HISTÓRICO.

Parabéns a todos os companheiros que enfrentam quotidianamente esta luta, seja nas frontes de batalha, seja nas universidades, nas fábricas, nos campos, nos quilombos, assentamentos, ocupações de edifícios e em todos os lugares em que existem e protagonizam.

FELIZ 13 DE MAIO! Data, sem dúvida alguma de extrema importância para o ideário abolicionista e para toda a humanidade de uma forma geral.

“Hasta la Victoria, Siempre! Patria o Muerte!” (Ernesto Che Guevara)

Graciliano Tolentino
Graciliano Tolentino
Enviado por Graciliano Tolentino em 13/05/2020
Alterado em 13/05/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários