Textos


OS “ATOS IN(con)STITUCIONAIS” FRUSTRADOS DO BOLSONARO

- Crônica do dia 25-11-2019 -

O Presidente imagina um Brasil diferente do que é e demonstra total desconhecimento do funcionamento do seu próprio país, ou ele já sabe que seus “Atos Institucionais” não serão aprovados e utiliza suas Medidas Provisórias para mostrar falsamente para o seu “eleito-gado” que está cumprindo as promessas de campanha, ou pior, está usando toda essa estratégia para conseguir apoio popular para dar um Golpe de Estado?

Talvez seja um pouquinho dos três, afinal todo líder precisa da aprovação popular caso queira dar um, ainda mais nos moldes absolutistas que ele quem implantar. Ele teria os elementos perfeitos para um Golpe de Estado Fascista: um povo alienado que endeusa tudo o seu líder, Guru e Conselheiro Políticos personificados num “filósofo caricata”, alguma influência dentro das forças armadas, uma situação econômica agonizante que faz com que as pessoas se desesperem e procurem uma religião, de preferença a religião de um Deus que te cura de doenças impossíveis para a medicina, te dá dinheiro, casas, carros e etc, liberta dos vícios gerados pela tristeza de um sistema doente.

MAS... Ainda temos o Congresso Nacional que tarde mais não falha!

Já está ridículo o monte de Medidas Provisórias que Bolsonaro vem “deitando” e colocando pra vigorar sem a anuência do Congresso Nacional, que acaba deixando caducar ou derrubando quando chega lá pra ser ratificada.

E são mais do que Medidas Provisórias, são emendas e vetos também. O Capetão passou vinte e oito anos no Congresso Nacional, agora é presidente da República eleito com a segunda maior bancada da Câmara dos Deputados que ele conseguiu esvaziar.

A primeira pergunta é: O modelo de gestão do Bolsonaro é desejado pelos congressistas? A segunda pergunta é: Era hora do Bolsonaro atacar o próprio partido para tornar-se hegemonia nacional, será que ele não foi com muita sede ao pote? Terceira pergunta: E agora, o que ele vai fazer?

Hora... O que sempre faz! Recorrer à verborragia! Ele sabe que seus projetos são escrotos e inconstitucionais, mas, seu gado não. Enquanto ele administra para os poderosos das elites brasileiras e norte-americanas, o povo que o elegeu o sustenta lá, tendo fé de que o sistema vai mudar com “pulso firme”, porque os “canalhas” do Congresso Nacional não querem um país melhor.

- “O Mito está tentando! Mas essa turma de ladrões não quer mudança!”.

Realmente... Acho que ninguém quer viver em um país que se tornaria pior do que já foi com o AI-5, um dia. SERIA UM VERDADEIRO ESTADO ABSOLUTISTA! Uma versão CRISTÃ de mal gosto do ESTADO ISLÂMICO...

Graciliano Tolentino
Graciliano Tolentino
Enviado por Graciliano Tolentino em 25/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr