Escrivinhando... - Graciliano Tolentino
Vez em quando eu sinto, em meus sonhos, o cheiro daquela terra gostosa...
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


DEUSA da SORTE!

- Cordel do dia 12-05-2019 -


A sorte que me veio ao nascer
Tua forte estrela a me brilhar
Tanto amor a me envolver
Tantas cantigas ao luar
Tanta força pra me acolher
Tantos sonhos pra sonhar

Em teu colo, em teu peito
Que me cultivou a vida
Que em cada segundo deleito
Ainda mesmo que sofrida
Sorri sempre com jeito
E me mostra que é bonita

Tuas mãos firmes e doces
Me ensinam e afagar
Enquanto se juntam em preces
Pra eu nunca desabar
Em todas as minhas sandices
Nunca deixou de me amar

A flor mais cheirosa da vida
Que perfuma meu caminho
Que jamais falou em dívida
E me diz sempre com carinho
Que eu fui sua dor mais gostosa, sentida
Sou teu amor, sou teu pretinho

A luz em meio destas sombras
Luta dia pós dia pra iluminar
Nunca cobrou ouro, nem pompas
Cuida de todos, por amar
Pra ter alegrias vindouras
Em razões pra festejar

A Deusa da sorte de Deus
O sonho de Odin e Orunmilá
Desperta fé até em ateus
Tantos milagres que realiza
Seja a nobres ou plebeus
Tu és o milagre, a força positiva

Com gestos firmes e puros
Com magia, ternura, verdade
Alegria de dias escuros
A inocência em meio à maldade
Os gritos em meios aos sussurros
Com tanta ternura e caridade

Força motriz de tanta paz
Matriz de tanto alento
Só tu mesmo que é capaz
De dar, à alma, alimento
Só teu colo é quem faz
A dor cair em esquecimento

Ainda que por um breve momento
Em teu peito sou completo
Tanto que falo e penso
De tudo o que sou repleto
E todo esse “amor violento”
Me acompanha em meu trajeto

Quero estar em tua vida
Entender da tua dor
Nesta estrada tão florida
Ser teu poeta, teu cantor
Minha musa preferida
Minha paz, meu grande amor

Sonho dos Deuses, amor sem fim
Verdade absoluta, dias de luz!
Que Nosso Senhor do Bonfim
Que me ajuda a carregar a cruz
Te deixe aqui, eternamente, perto de mim
Junto a esta paz, que reluz!

Graciliano Tolentino
Graciliano Tolentino
Enviado por Graciliano Tolentino em 12/05/2019
Alterado em 12/05/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários