Escrivinhando... - Graciliano Tolentino
Vez em quando eu sinto, em meus sonhos, o cheiro daquela terra gostosa...
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


O BICO DA BICUDA ME DEU BOM DIA

- O Bico da Bicuda do dia 12-12-2018 -

O Bico da Bicuda me deu bom dia
Pós beligerância de uma bizarra blasfêmia
Que debutou de uma broma de turbante
Bastante beneplácito, não balbuciante

A bicuda fez arroio num bolo brabo
Um beijo baldio no buço sem garbo
Bebeu burburinho, deu bronca de brinde
É bonita, brigando, se emboceta e não finge

Bifurca a batuta em bisonho blecaute
Batendo biela, meu amor roubaste
Os brincos brilhantes da boa boemia
A bala bólida bateu no busto! Que fria!

O Bico da Bicuda me deu bom dia de novo!
E dia bonito banhou meu embevecido globo
Minha bela bacante, em banquete de bodas
Me abrace na bossa, embrenhada em minha boca...

Graciliano Tolentino
Graciliano Tolentino
Enviado por Graciliano Tolentino em 25/04/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários