Escrivinhando... - Graciliano Tolentino
Vez em quando eu sinto, em meus sonhos, o cheiro daquela terra gostosa...
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


NEGRO NAGÔ

- Letra: Eddy Nencas Soul e Graciliano Tolentino (RUDAH) -
- Música: Eddy Nencas Soul  e Graciliano Tolentino (RUDAH)-

Venho lhe falar que sou um simples homem
Que venho lutar contra a guerra, a guerra e a fome
Tenho uma carta que foi você que escreveu
Que tenho medo da cor, medo da dor...
Que sou negro nagô... DA COR PRETA!

Refrão:

3 x
NEGRO NAGÔ!


Sou forte, guerreiro, nativo
Sou negro e não fui vencido
Sou negro da terra de Jah
E tenho mãe, minha mãe Yemanjá
Sou negro na cor, negro na dor...
SOU NEGRO NAGÔ!

3x
NEGRO NAGÔ

Construi uma chance
Neste mundo errante
Nessa terra de gigantes
Gigantes na cor, gigantes na dor...
Contra o NEGRO NAGÔ

3x
NEGRO NAGÔ!


Declamado em ritmo de RAP:

Da cor que se espalha pelo continente afora
Com energia terrena que a mente revigora
Os traços dessa nação desenharam a humanidade
Tambores silenciosos aprisionam a liberdade
E a semente da ambição germinou homens covardes!

NEGRO NAGÔ!

Eddy Nencas Soul e Graciliano Tolentino (RUDAH)

Meados de 2007 em Água Branca - AL
Graciliano Tolentino e Eddy Nencas Soul
Enviado por Graciliano Tolentino em 11/02/2019
Alterado em 11/02/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários